ÁRIES – O ANJO DAS ASAS INFANTIS

0
1071

download

Solange de Almeida

Áries dá boas vindas ao ano astrológico, na medida em que inicia a Roda Zodiacal. Imagine o conjunto dos doze signos como um corpo único. Áries possui um Anjo bebê que evolui a cada etapa conquistada – como bebê, ri muito, canta, mas também é birrento, impaciente, raivoso e quer tudo a seu modo. Por vezes, inseguro, já que – simbolicamente – inicia a vida. Ao mesmo tempo, o Anjo ariano ensina a solucionar problemas, não atrás de uma mesa das 8h às 18h, mas em diversos lugares. Prefere caminhar pela cidade, ver pessoas diferentes, conhecer novos lugares. Possui tendências competitivas e, se isso resultar em compensação financeira, melhor, porque precisa sobreviver, exigindo salário justo e posição valorizada, sempre querendo desafiantes projetos.
Os Anjos que acompanham Áries cuidam de suas asas infantis para que se sintam necessários e responsáveis, afinal, essas “crianças” arianas precisam crescer – às vezes até se exaurem, pois se colocam à prova constantemente, auxiliando seus semelhantes e, depois, anunciam seus feitos, sob a capa de heróis. Não precisa ser empurrado porque vai longe sozinho. O trabalho dos Anjos deste signo está em amparar suas asas infantis, curiosas e aventureiras, que tendem à agressividade e impulsividade. Gostam de mandar, são extravagantes, falantes e otimistas. Uma música sempre está na sua cabeça e, mesmo sem querer, acabam por cantá-la. Cantam bem? Até que não. São afinados? Muito menos, mas não deixam de entoar o lá…lá…lá… sistematicamente. Com energia e iniciativa, quase sempre se dão bem. Quando contrariados costumam meter os pés pelas mãos, tornando-se verdadeiros tigres na defesa do que é seu.
O homem ariano, quando apaixonado, entra na vida do outro de cabeça, dá palpites sobre os amigos, decoração da casa e planeja fazer tudo junto, mudando o “eu” por “nós” com a maior facilidade. A mulher ariana, comumente, não suporta a ideia de alguém mandando nela ou, no mínimo, deixa mandar, mas cumprir é que são elas – só faz o que quer. Geralmente, lidera empresas ou tem o próprio negócio. Amiga para todas as oportunidades – conte com ela!
Duas criaturas com asas tão travessas (Áries com Áries) que se relacionem pode, de início, parecer um carrossel de emoções. Com o passar do tempo terão de controlar a tendência à ofensa dos dois lados, mas logo depois sentem profunda sensação de culpa e, de maneira impulsiva, voltam atrás, com demonstrações de afeto excessivo e exagerado. Isso se entende na medida em que Áries, com confiança infantil, acredita que sempre pode ser reatado um relacionamento rompido por uma briga.
Com alguém do signo anterior (Peixes), Carneiro pode ter a impressão de que manejará esta alma doce como bem entender. Porém, não esqueça que a água pode ser perigosa para o fogo. E, ainda, Áries representa a 2ª casa astrológica para Peixes, que simboliza o dinheiro. De forma vital, o dinheiro fará parte de suas frequentes discussões. Para Carneiro, Peixes (sua 12ª casa) representa segredos que o pisciano guarda e não conta, deixando Áries extremamente aborrecido.
Com o signo posterior (Touro), os objetivos de segurança financeira podem ser conseguidos com a cooperação do incessante impulso e energia do ariano. Áries se sente atraído pela segurança de Touro como algo tangível em que pode se segurar quando cai de seus pilares provocativos.
Em síntese, em Áries – eterna criança – é duro aprender a se relacionar, a ceder em seus instintos, criar e fixar personalidade. Mas é necessário, pois é ele quem vai ser o responsável por impulsionar, os que vêm em suas pegadas, a viver neste mundo que tanto espera de cada um de nós.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários no Facebook