Atriz gaúcha protagoniza, nos Estados Unidos, filme sobre questões femininas.

0
903

Helena Horta é um dos destaques de “Messy”, produção brasileira-americana, que tem elenco e equipe técnica formado só por mulheres. As mulheres têm debatido, principalmente nos últimos anos, questões inerentes ao gênero e as consequências de padrões socialmente concebidos em suas vidas. Não é raro encontrar produções audiovisuais que problematizem tais assuntos, porém, raridade mesmo é ver uma equipe formada somente por mulheres, conhecedoras da causa, representar estes temas aos telespectadores, sob o seu ponto de vista. Este é o diferencial do curta-metragem “Messy”, roteirizado, produzido e estrelado pela atriz gaúcha Helena Horta, e inscrito no festival Women in Comedy Festival, que ocorrerá em abril de 2017, em Boston (EUA).

Considerado uma produção brasileira-americana, o filme é dirigido pela jornalista e cineasta Leila Vieira, produzido pela atriz Paula Soveral e tem como atriz coadjuvante a mexicana Laura Gaudiño. “A experiência de embarcar nessa jornada somente com mulheres foi inspiradora e permitiu estreitar ainda mais os laços de amizade que já existiam entre todas nós. Sendo um filme sobre padrões de beleza, estigma e autoestima, ter uma equipe composta por mulheres ajudou muito na hora de definir a perspectiva da história”, afirma Helena Horta.

“Messy” é resultado do trabalho de conclusão de Helena, que graduou-se, em maio de 2016, na New York Film Academy (NYFA), nos Estados Unidos. A narrativa traz, com humor, situações como relacionamentos interpessoais e autoaceitação, quando Mandy (Helena), encontra em sua amiga Zoe (Laura) ajuda para enfrentar o fim do seu namoro e reencontrar a sua beleza.

A produção do filme levanta, ainda, questões referentes à participação das mulheres no mercado audiovisual. De acordo com pesquisa realizada pela estudante Martha Lauzen, da Universidade Estadual de San Diego, apenas 18% entre diretores, produtores, roteiristas, diretores de fotografia e editores que trabalharam em 250 filmes que foram sucesso de bilheteria nos EUA em 2012, eram mulheres.

Porto-alegrense, Helena estuda atuação há cinco anos, passando os últimos três em Hollywood. Seus estudos iniciaram na Casa de Teatro de Porto Alegre, onde concluiu o curso de Cinema e TV no Take 04 – Núcleo de TV e Cinema. Após sua formatura no NYFA, tem atuado em filmes independentes e está focada em divulgar o seu filme

O Women in Comedy Festival, que acontecerá entre os dias 19 e 23 de abril, reúne, anualmente, mais de 200 artistas, dos quais, 80% são mulheres, além do público que prestigia a apresentação de trabalhos divididos em seis categorias: filme; improvisação; musical; esquete; stand up; e storytelling.

Comentários no Facebook