DOR NAS COSTAS – O QUE FAZER?

0
602

A dor nas costas é um sintoma que está entre as principais queixas da população, pode ser aguda ou crônica, limitante ou não. Existem várias causas, fatores de risco, prevenção e tratamento para este sintoma, que pode ser tanto de origem muscular, óssea ou nervosa.

As causas mais comuns de dor nas costas são a má postura e o sedentarismo, principalmente quando associado ao sobrepeso.

A má postura, seja sentada ou em pé, pode ocasionar desvios posturais que podem afetar os músculos, articulações e ligamentos. Estas alterações podem até ser permanentes, dependendo do quanto tempo a pessoa passa em posições inadequadas. Por isso, é recomendado que quem trabalha sentado por longos períodos  faça pausas, se possível de hora em hora, para levantar um pouco, fazer uma caminhada breve mesmo que seja dentro do escritório e movimentar as pernas e os braços de forma livre, afim de estimular a circulação e alongamento, para aliviar as tensões e encurtamentos que os músculos sofrem por passarem muito tempo na mesma posição.

Na hora de utilizar o computador, deve-se ajustar a altura do monitor ao nível dos olhos para que a coluna cervical fique em posição neutra e também ajustar a altura do teclado para que os antebraços fiquem apoiados e os punhos retos. Os pés devem permanecer bem apoiados no chão, e caso a cadeira seja alta e não possua regulagem, deve-se buscar alternativas para que o apoio dos pés seja possível. Existem apoios próprios para esta situação, ou então podemos improvisar com um caixote. Este apoio adequado evita dores lombares e desconforto nas pernas ao final do dia.

Ao ficar em pé por um período mais longo, realizando atividades domésticas ou no trabalho, evite ficar apoiado apenas em uma perna. Além de sobrecarregá-la, isso provoca um desalinhamento do quadril e consequentemente da coluna, tensionando os músculos de maneira inadequada.

Em casos onde a má postura da cabeça é mantida por muito tempo, podem ocorrer degeneração das articulações, dores de cabeça e dor crônica cervical. No caso da coluna lombar, pode originar hérnias de disco, degeneração articular, deslocamento das vértebras, formigamentos e dormência nas pernas e dor crônica lombar.

Prevenir é sempre importante, mas quando a dor já estiver instalada, quanto antes você procurar tratamento melhor. A fisioterapia conta com inúmeros recursos para alívio de dores nas costas, como técnicas de terapia manual, eletroterapia, acupuntura, alongamento e reeducação postural, além de dicas importantes de como manter uma postura adequada durante o dia-a-dia, se preciso adequando seu ambiente de trabalho e domicílio para que isso seja possível.

Comentários no Facebook