Prêmio Picucha Milanez

0
1098

A entrega do Prêmio Picucha Milanez – edição 2016, concedido pelo Legislativo canoense a mulheres que se destacam em suas áreas de atuação, aconteceu dia 8 de março, no Plenário da Câmara. Foram 11 agraciadas na cerimônia alusiva ao Dia Internacional da Mulher. O prêmio, instituído em 1997, é conferido anualmente pela Câmara Municipal de Canoas. Recebeu o nome Picucha Milanez para homenagear Maria Filomena Rumi Milanez, conhecida como “Vó Picucha”, falecida em 1973. Uruguaia, nascida em Rivera, em 1888, ela estabeleceu residência onde hoje é o município de Canoas, aos sete anos de idade, juntamente com sua mãe. Aos 19 anos, casou-se com Fioravante Milanez. Picucha se destacou na luta pela construção do Hospital Nossa Senhora das Graças e pelo trabalho em favor de crianças carentes.
As homenageadas da edição 2016
Carmem Eluiza de Cesare Zanatta – indicada pela bancada do PMDB: Natural de Sertão (RS), professora, mudou-se para Canoas em 1976. Empresária, diretora da Zanatta Corretora de Seguros, fundada em 1991, com atuação no município de Canoas. Possui forte participação na área revista simbolo, auxiliando várias instituições de caridade. Mantém trabalhos voluntários junto a instituições voltadas ao atendimento de crianças carentes e recuperação de usuários de drogas, entre elas o Desafio Jovem.

Irene Izaura Mancy – indicada pela bancada do PDT: Nascida em Siderópolis (SC), mudou-se aos 12 anos para Canoas. Fundou juntamente com seu marido, Jorge Mancy, o Império FC na Vila Cerne, do qual foi a primeira mulher presidente. Foi fundadora das Comunidades Eclesiais de Base e membro da CEBs Santa cruz, da Vila Cerne, por 30 anos, onde coordenou o Clube de Mães. Participou da ocupação do bairro Santo Operário e foi à primeira funcionária de um posto de saúde descentralizado de Canoas, a UBS Vila Cerne, onde trabalhou por 20 anos como auxiliar de serviços médicos.
Fundadora e presidente por cinco mandatos da Escola de Samba Rosa Dourada.

Lourdes Alves da Silva – indicada pela bancada do PT: Formada em Magistério e História, atuou na antiga Escola Zona do Prado, hoje chamada Tereza Francescutti, no bairro Mathias Velho, por dois anos até se aposentar. Foi educadora da rede municipal, tendo ingressado em 1980, e exerceu suas atividades nas escolas Ceará por três anos, Gonçalves Dias por dois anos, João Paulo I por três anos e na Escola Municipal Rui Cirne Lima por 25 anos, onde diretora por 13 anos.

Renata Flores da Silva – indicada pela bancada do PRB: Canoense graduada em Música pela UFRGS, cantora lírica e especialista em Psicomotricidade Relacional. É a mentora, criadora e atual presidente da Associação Legato na cidade, uma ONG que inclui a pessoa com deficiência através da arte. Desde 2000, vem atuando como grande defensora da “Inclusão da Pessoa com Deficiência através da Arte”.

Cerani Vieira dos Santos – indicada pela bancada do PSD: Moradora do bairro Niterói, é funcionária pública desde 1996 na função de professora alfabetizadora, graduada em Pedagogia pela ULBRA. Participou do Projeto Brasil Alfabetizado na Comunidade Getúlio Vargas, no bairro Mathias Velho. Em 2015, concluiu a especialização em Orientação e Supervisão escolar no Unilasalle. Venceu a eleição ao cargo de diretora da EMEF Pernambuco em 2014, assumindo a função no ano seguinte, escola em que atua desde meados de 1998. Participa do Lions Clube Canoas Niterói.

Alessandra Dubles Nascimento – indicada pela bancada do PSDB: Natural de Esteio reside em Canoas há 13 anos. Há 10 anos desenvolve o trabalho de proteção aos animais desabrigados nas ruas da cidade. Na ONG SOS Animais

Comentários no Facebook