Serra Catarinense em todos os sentidos conheça as atrações naturais, históricas e gastronômicas da região.

0
47

Sabe aquele lugar com paisagens de tirar o fôlego, altitudes superiores a mil metros, fazendas centenárias, araucárias, butiás e campos sem fim, onde cada curva da estrada revela um novo cenário e o frio convida a provar uma sapecada de pinhão com um premiado vinho de altitude junto aos amigos e a família? Seja bem-vindo à Serra Catarinense!

O terroir de altitude imprime qualidade e singularidade aos ingredientes da cozinha serrana, os quais são os grandes astros de festivais gastronômicos como o Festival da Truta e o Sabores de Lages. A Festa do Pinhão e o Festival de Inverno Serra Catarina são outras boas opções para mergulhar na cultura local.

Falando em terroir, a região desponta na rota do enoturismo brasileiro com vinhos de altitude reconhecidos nacional e internacionalmente. As vinícolas fornecem diversas atrações que vão desde refeições harmonizadas, passeios e colheita da uva, visitas aos vinhedos e piqueniques harmonizados as belíssimas paisagens e a um pôr do sol inesquecível. A Vindima de Altitude, no primeiro trimestre do ano, traz uma oportunidade a mais para viver o enoturismo catarinense.

A Serra Catarinense é também conhecida pelos seus campos e coxilhas emoldurados por araucárias e corredores de taipas de pedras, que no passado serviam para conduzir o gado, e hoje são utilizadas para as cavalgadas com turistas nacionais e internacionais, além de diversos sítios arqueológicos

Turismo Rural e Observação de Aves

Nesse belíssimo cenário, repleto de contos e histórias, se destaca a região da Coxilha Rica, em Lages, que integra o Caminho das Tropas, considerado a primeira ligação entre as regiões Sul e Sudeste do país. Para quem quer recarregar suas energias, vivenciar do cotidiano da vida rural e ter uma recepção calorosa do povo serrano, a região é berço do turismo rural no país e possui diversas opções de hospedagens rurais.  

A Serra oferece várias alternativas para a prática do turismo de aventura, além de trilhas e cascatas, como as famosas Cascata do Avencal, em Urubici, e a Cascata que Congela, em Urupema, onde na divisa com o município de Rio Rufino o Morro das Antenas propicia uma imagem de 360º do local.  Aos apaixonados por pássaros, no outono o espetáculo fica por conta das revoadas dos papagaios-charão e papagaios-do-peito-roxo, espécies ameaçadas de extinção que atraem visitantes num festival de observação em Urupema.

 Conheça os acessos:

Por via terrestre, há duas opções para quem sai de Florianópolis: pela BR-101 atravessando a Serra do Rio do Rastro (217 Km); ou pelo município de Bom Retiro que fica às margens da BR-282 (136 km). Quem vem de Porto Alegre pela BR-101, a distância é de 430km. Por via aérea pelo Aeroporto de Lages, por Florianópolis (178 km) ou por Jaguaruna (105 km).

FESTURIS Gramado : flavio@rossiezorzanello.com.br

FOTO:ANDERS DUARTE

Comentários no Facebook