TRÊS ANJOS SEQUENCIAIS – CÂNCER, LEÃO E VIRGEM

0
1416

Não há dúvidas de que a vida reserva a cada ser humano inúmeros desafios. Os homens e seus signos portam qualidades que lhes conferem capacidades para enfrentar os obstáculos e seguir em frente. Você age segundo quem é e é de acordo como interpreta a vida. E a interpretação da vida, de certa forma, perpassa o filtro do signo de cada um, quer você acredite ou não! É como o Anjo que te acompanha – aceite ou não, ele foi designado para ficar ao teu lado. Basta encontrar os sinais e comprovar sua existência.

Com o signo é a mesma coisa. Conforme os meses do ano se desenrolam, os signos vão desfilando na nossa frente, uns influenciando os outros e todos sendo influenciados por eles. Julho, já foi dito, se manifesta tipicamente como Leonino, mas recebe influências de Câncer (signo anterior) e influencia Virgem (signo posterior). Enquanto Câncer é sentir, Leão é ser e Virgem é fazer… O ser (Leão) pode engrandecer, mas também pode corromper a personalidade, pois a forma como você age molda quem você é.

No entanto, por motivos que só os planetas conhecem, relacionamentos entre Câncer e Leão não se manifestam de forma tolerante como se poderia supor, já que possuem um padrão vibratório sequencial entre eles. Muito menos Câncer se mostra ansioso em aprender as lições ensinadas por Leão, mesmo que o Leonino se mostre ansioso por ensiná-las. Câncer e Leão podem ferir-se profundamente, mesmo sem querer. No entanto, os luminares desses dois signos podem transformar duas pessoas em uma dupla criativa, imaginativa e mutuamente protetora. O Leonino protegerá as sensíveis emoções do Canceriano, amortecendo os golpes de um mundo cruel. Em troca, Câncer mimará Leão afetuosamente. Afinal de contas, o Sol e a Lua são seus regentes e eles conseguem conviver em paz e harmonia, nas alturas do céu. Devido a suas influências combinadas — solar (paternal) e lunar (maternal) — Leão e Câncer, com frequência, transformam-se em excelentes pais, a despeito de conflitos ou tensões pessoais.

Em contrapartida, Leão pode encontrar um parceiro delicado e devotado em Virgem, que sinceramente apreciará as douradas qualidades leoninas. Leão será admirador ferrenho de Virgem que, em troca, será lealmente protegido pelo Virginiano, seu súdito inteligente. Virgem encontra em Leão alguém legitimamente merecedor de respeito (e os padrões virginianos são elevados), um coração amante e um amigo generoso, ao mesmo tempo sábio e amoroso. Leão é forte o bastante para ajudar Virgem nas emergências, porém, vulnerável o suficiente para precisar dos constantes cuidados e atenções (o espírito solitário de virginiano transborda de felicidade quando se sabe necessário).

Após Leão ensinar a Virgem que ele simplesmente não deve ser censurado e constantemente criticado — e Virgem ensinar a Leão que um virginiano não sente a menor vontade de escravizar-se a seus caprichos e ordens arrogantes — poderá surgir uma cálida e vibrante comunicação entre os dois. No mais, precisam exercitar a habilidade de elogiar um ao outro, já que nenhum dos dois tem telepática para adivinhar o que está sendo apreciado e admirado pelo outro.

Virgem é o último dos seis primeiros signos e vai simbolizar uma espécie de “ponte”
para os próximos seis signos. De modo que sinaliza o preparo para o que Libra irá significar: o encontro com o outro! Após se ter consciência do “eu” (Leão), para que esse “eu” não se torne absoluto, aparece Virgem, trazendo a verdade de que somos todos partes, mas somos todos UM!

Comentários no Facebook