Vacinas: mantê-las na temperatura correta é garantir seu potencial de imunidade.

0
227

Vacinas: mantê-las na temperatura correta é garantir seu potencial de imunidade.

Tão importante quanto o ato de vacinar, é conservar os medicamentos nas condições térmicas específicas e adequadas.

 A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que se iniciou no dia 10 de abril, convocou os brasileiros a irem aos postos de saúde para se prevenir-se de doenças ocasionadas pelo vírus da gripe. Para que esta campanha obtenha sucesso, tão necessários quanto o engajamento da população, são os cuidados no armazenamento e na conservação das vacinas e dos medicamentos.

O diretor do Grupo Setorial de Refrigeração, da ASBRAV – Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar-Condicionado, Aquecimento e Ventilação, Everton Moretto, salienta a importância de manter as vacinas na temperatura correta. “Tanto a temperatura, quanto a umidade são muito importante na conservação de medicamentos para garantir sua qualidade. As vacinas são remédios sensíveis à variações térmicas e tem condições específicas de armazenamento. A temperatura deve estar entre +2 ºC e +8 ºC. É fundamental mantê-las dentro deste padrão, pois, algumas vacinas não podem ser congeladas, pois perdem seu potencial de imunidade”, explicou Everton.

Ao contrário dos alimentos, no qual é possível perceber se há algo errado, através do cheiro ou da aparência, os medicamentos não apresentam aspectos visuais, o que os tornam mais nocivos à saúde. “É fácil reconhecer se um alimento está estragado, basta observar o cheiro ou até mesmo a coloração. Já os medicamentos, quando há alterações, são de difícil reconhecimento e representam perigo. Então todo cuidado é pouco. Por isso as pessoas envolvidas no processo precisam ser bastante responsáveis durante a manipulação e manuseio dos produtos”, sintetizou.

Por fim, Everton Moretto ressaltou que os cuidados não são apenas com a temperatura, umidade e manipulação, eles têm de ser observados em todos os processos, desde o transporte, até a chegada ao cliente. Os produtos farmacêuticos precisam ir de encontro ao consumidor sem sofrer nenhuma alteração em suas propriedades durante essas etapas.

 

Comentários no Facebook